Melhoria na segurança do laboratório com armários de segurança sustentáveis

Um mobiliário de laboratório moderno e otimizado é um grande passo para conquistar um alto nível de segurança laboratorial e, os armários de segurança para armazenamento de produtos químicos desempenham um papel significativo neste contexto. Mas quais são os padrões que o usuário deve adotar e qual é o seu papel na sustentabilidade?

 

Os laboratórios são locais em que cientistas investigam e desenvolvem substâncias e materiais sustentáveis, processos e tecnologias para o futuro. Os operadores buscam por soluções que permitam um funcionamento econômico num ambiente ecologicamente seguro, proporcionando ao mesmo tempo a maior segurança de trabalho possível e o máximo conforto e conveniência. Além disso, os desenvolvimentos inovadores devem envolver processos controlados e estáveis ​​e ter um desempenho excepcional. Ao mesmo tempo, a segurança do trabalho no laboratório desempenha um papel importante. No âmbito dessas questões, aspectos como conforto, conveniência e a satisfação no trabalho também estão se tornando cada vez mais importantes. Especialmente para o desenvolvimento de armários de segurança, é importante não apenas seguir os regulamentos obrigatórios, mas também atender às expectativas crescentes dos usuários.

 

 

Gestão de riscos: desafios na rotina laboratorial 

O armazenamento de líquidos e sólidos inflamáveis, substâncias perigosas e produtos químicos faz parte do trabalho diário de um laboratório em todas as indústrias. Nessas áreas, é necessário que se cumpram várias leis, como por exemplo, o armazenamento de líquidos inflamáveis ​​no BetrSichV (Regulamento de Segurança Industrial Alemão) ou o TRbF (Regras Técnicas Alemãs para Líquidos Inflamáveis). Se as substâncias forem armazenadas em sua embalagem original ou hermeticamente lacradas e seus gases não entrarem em contato com a atmosfera, o termo “armazenamento passivo” será usado. O armazenamento passivo em armários de segurança é especificado em detalhes nos regulamentos TRGS 510 e TRbF 20 (Regras Técnicas Alemãs para Substâncias Perigosas e Líquidos Inflamáveis, respectivamente). No entanto, na prática, a maior parte do armazenamento está ativa, por exemplo, quando as substâncias têm que ser enchidas ou transferidas no armário de segurança, quando se trabalha com substâncias ou quando são produzidos resíduos, que devem ser descartados adequadamente. O armazenamento ativo é, portanto, o armazenamento de líquidos inflamáveis ​​em recipientes transportáveis, que são usados ​​em seu local de armazenamento como dispensadores estacionários, recipientes de coleta ou abertos para outros fins. Além da proteção contra incêndios, agora são necessárias medidas de segurança de longo alcance. Em particular, o consequente aumento do risco de atmosferas potencialmente explosivas requer soluções apropriadas.

 

Pesquisando e encontrando soluções de acordo com os regulamentos 

De acordo com esses critérios, são necessários armários de segurança específicos, não apenas para armazenamento passivo, mas também para armazenamento ativo, que levam em consideração as diretrizes e regulamentações relevantes. No entanto, na rotina diária de laboratório, as trocas de armazenamento passivo para armazenamento ativo não estão claramente definidas. Isso leva ao fato de que, consciente ou inconscientemente, os armários de segurança necessários são frequentemente escolhidos e empregados de maneira muito flexível. De acordo com a lei, entretanto, uma diferenciação deve realmente ser feita entre armazenamento ativo e passivo e, portanto, entre os armários de segurança que devem ser selecionados, para permitir que as questões e responsabilidades sejam esclarecidas em caso de incêndio ou acidente. Por exemplo, não é permitido perfurar um armário de segurança para armazenamento passivo, a fim de instalar posteriormente funis de coleta para resíduos de solvente. Por outro lado, é permitido trabalhar com uma capela de exaustão posicionada acima do armário de segurança para armazenamento passivo (Fig. 1) e retirar recipientes selados do armário, para abri-los e processar o seu conteúdo na capela de exaustão. Em caso de dúvida, é aconselhável desenvolver soluções adequadas com especialistas competentes.

 

Fig.1: Laboratório com modernos armários de segurança push-to-open

 

Cumprimento de todos os requisitos legais  

Com a nova linha de descarte, testada pelo TÜV, a DÜPERTHAL criou um equipamento especial para o laboratório. Diversos tipos de armários de segurança para armazenamento ativo foram desenvolvidos para os mais diferentes requisitos e processos de trabalho (Fig. 2). Para garantir o enchimento e a transferência segura, todos os modelos da gama de armários para armazenamento ativo, de acordo com os regulamentos relevantes TRbF 30 e TRGS 526 (diretrizes laboratoriais), otimizam a ventilação e melhoram o aterramento. A ergonomia, o manuseio confortável e a mobilidade ​​são, naturalmente, recursos padrão. A eficácia e o controle do ar de exaustão são uma parte importante da conformidade com o conceito de proteção contra explosão. No caso de armazenamento ativo, é obrigatório conectar os armários de segurança a um sistema de ventilação industrial e monitorar o fluxo de ar de exaustão. Os novos armários de segurança possuem uma canalização de ar eficiente através do aumento da taxa de fluxo de ar de exaustão, cujo efeito triplo garante a segurança. O sistema de extração direta garante que os voláteis e substâncias nocivas, que podem ser produzidos no recipiente de coleta no processo de transferência, sejam extraídos com segurança diretamente em seu local de origem. Ao mesmo tempo, como segunda etapa do pacote de segurança, a extração de todo o interior do armário entra em jogo. Além disso, todas as bases são equipadas com extração permanente de piso com slots de descarga frontal de escape. Com a conexão ao sistema de ventilação, os voláteis e substâncias nocivas que se acumulam no fundo são coletados com segurança e adicionados ao ar de exaustão. A função de ventilação também é controlada pela unidade padrão de monitoramento de ar de exaustão integrada. No caso de queda de pressão ou falha de ventilação, um sinal sonoro de erro é emitido. A continuidade do aterramento ou ligação equipotencial é necessária para atender aos requisitos de proteção contra explosão para armazenamento ativo. Portanto, todos os revestimentos de superfície dos armários de segurança, internos e externos, bem como os encaixes e instalações, são eletricamente condutivos de acordo com o TRGS 727. A conexão ao sistema de aterramento do laboratório é feita com selas de ligação equipotencial.

Fig.2 / Fig.5: Armário de segurança – Teste para armazenamento ativo / Bandejas com porta automática pull-out

 

Recipiente de coleta fornece segurança adicional

Dependendo do perfil de requisitos dos processos de trabalho, é possível desenvolver soluções de sistemas personalizados especiais para armários de segurança. Exemplos destes são funis embutidos ou penetrações de bancada para a coleta de resíduos de HPLC (Fig. 3 e 4). A proteção contra o enchimento excessivo do recipiente de coleta no armário de segurança é uma parte importante do conceito de segurança. O Sistema de Proteção Modular (SPM), emite um sinal sonoro de aviso se houver risco de enchimento excessivo. Alternativamente, uma opção de análise de rádio também está disponível. O SPM também inclui uma função de bloqueio do sistema. Para uma proteção inteligente contra o acesso não autorizado, a porta é desbloqueada através de um cartão de usuário (RFID) e é bloqueada automaticamente por meio de controle de tempo.

 

Fig.3: Conexão do funil no armário de segurança para armazenamento ativo

 

Fig.4: Opção de conexão para sistemas HPLC

 

Visão perfeita e manuseio confortável

A nova e conveniente tecnologia de porta de empurrar (pull-out) facilita a abertura da porta e a movimentação da bandeja, que se move automaticamente (Fig. 5), permitindo fácil acesso às substâncias armazenadas e a simples troca do recipiente.  A torneira é drip-free para evitar derramamentos desnecessários no momento da troca. O acesso rápido às substâncias perigosas armazenadas é possível com um simples movimento de mão. O sistema oferece uma visão perfeita e fecha automaticamente em caso de incêndio por meio de um gatilho térmico. Em termos de construção, a base ToeKick permite um trabalho ergonômico. O armário não tem mais uma frente nivelada, pois a base de 85 mm de altura é recuada em 50 mm, o que proporciona folga suficiente para impedir que os pés do usuário batam no armário. Agora é possível trabalhar mais de perto, de forma estável e confortável na nova linha de Armazenamento de Resíduos HPLC, DISPOSAL UTS Ergo Line (Fig. 6 e Fig. 7).

 

Fig.6: A base ToeKick permite um trabalho ergonômico e evita que o usuário bata os pés na porta

 

Fig.7: O conjunto de rodízios para o armário de segurança podem ser facilmente instalados ou reinstalados no equipamento existente

 

Documentação garante segurança, não só em caso de incêndio 

Em caso de incêndio, os armários de segurança da linha DISPOSAL UTS ergo, testados em conformidade com a norma EN 14470-1, garantem 90 minutos de resistência ao fogo. Além disso, esta série recebeu o selo de aprovação TÜV Süd High Quality referente ao nível superior de design, facilidade de uso e maior durabilidade. Além do selo de certificação TÜV, o documento de proteção contra explosão, também é de extrema importância para uma análise abrangente dos materiais perigosos. Os BetrSichV (Regulamentos Alemães de Segurança Industrial) exigem que cada usuário realize uma avaliação de risco da sua estação de trabalho. Além das leis de saúde e segurança e do TRGS 526, um grande número de regulamentações adicionais para laboratórios também deve ser levado em consideração. Produtos e equipamentos testados e certificados simplificam a documentação necessária em uma qualidade sustentável e gestão ambiental.

Criar um local de trabalho seguro com opções de projeto individual é essencial para o trabalho de um laboratório sustentável e indispensável para a competência social das empresas.

 

Conclusão: locais de trabalho seguros são sustentáveis

Somente um local de trabalho seguro em um ambiente ecológica e economicamente orientado é sustentável. No contexto do comportamento do usuário, isso é pré-requisito para o desenvolvimento de um trabalho funcional e orientado, visando um laboratório compatível com necessidades e objetivos futuros. Equipamentos de segurança e armários de segurança, na prática, contribuem muito para o desenvolvimento do trabalho em um laboratório sustentável. Produtos certificados simplificam a documentação no processo de monitoramento. Com soluções de sistema credenciados, a DÜPERTHAL oferece uma base segura e confiável para um gerenciamento moderno de riscos.

 

Fonte: Christian Völk – Düperthal Sicherheitstechnik GmbH, 63791 Karlstein, Germany

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *